top of page
Search
  • Campeonato Portugal Velocidade

As contas dos títulos dos GTC






O Estoril Season Finale by NAPA, no próximo fim-de-semana, será o evento de todas as decisões do Iberian Supercars Endurance e Campeonato de Portugal de Velocidade, sendo diversos os contendores aos títulos das categorias e respectivas divisões.


Foi um ano de competição intensa que agora desemboca na ronda do Autódromo do Estoril com quase tudo por decidir, o que evidencia com clareza o nível competitivo que se tem verificado em pista, com lutas intensas a marcar as corridas realizadas até agora.


Dificilmente haveria um melhor palco para terminar a temporada e sagrar os vencedores que o histórico circuito português, onde se espera, uma vez mais, provas emocionantes para os pilotos, equipas e, claro, público, para culminar uma época em que tanto o Iberian Supercars Endurance como o Campeonato de Portugal de Velocidade mostraram uma vitalidade impressionante, com novos carros, equipas e pilotos.





Categoria GTC – Álvaro Ramos a solo


Álvaro Ramos é o grande candidato a conquistar o Campeonato de Portugal de Velocidade – GTC, com 105 pontos no pecúlio do piloto do Aston Martin Vantage.


O seu colega de equipa, Fernando Soares, por não ter realizado a etapa de Vila Real tem apenas menos 7 pontos, mas, dado dividirem o mesmo carro, será impossível que este possa bater o líder da tabela classificativa.


Assim sendo, o principal rival de Álvaro Ramos é a dupla formada por Marcus Fothergill e Dave Benett no Porsche 911 Cup da Tockwith Motorsports, com 73 pontos, e Simon Moore, que divide um Ginetta G50 da equipa britânica com Tomás Pinto Abreu – este também não tomou parte na ronda de Vila Real.


O plantel da divisão GTC está ainda mais forte neste final de época que no início, o que dificulta a tarefa de Álvaro Ramos, mas se o piloto do Aston Martin Vantage da Araújo Competição assegurar um quarto e um quinto lugares, conquistará o ceptro independentemente de onde terminarem os seus adversários.


Stephen Kirton e John Elsworth, em Ginetta G50 da Tockwith Motorsports, tem ainda hipóteses matemáticas de conquistar o ceptro da categoria, mas, com 52 pontos, teriam de esperar complicações para as equipas que estão à sua frente na tabela pontual.





Divisão GTX – Álvaro Ramos ainda sob pressão


Álvaro Ramos pode assegurar também ceptro de divisão GTC, dado ter uma vantagem de 20 pontos para Simon Moore, quando estão 54 em disputa.


Uma vez mais, Fernando Soares está no segundo posto da classificação, mas a fazer equipa com Álvaro Ramos no Aston Martin da Araújo Competição, não tem como suplantar pontualmente o seu colega.


O líder da tabela pontual tem inúmeros rivais na luta pelo ceptro, mas se vencer uma corrida ou assegurar dois quintos lugares, sagrar-se-á campeão da divisão GTX.


Para Simon Moore, em Ginetta G50 que divide com Tomás Pinto Abreu, bater o piloto do Aston Martin, teria de vencer as duas corridas, assinar as pole-positions e as voltas mais rápidos, e esperar que os seus rivais não fossem além de terceiro em ambas as provas.


Stephen Kirton e John Elsworth, 65 pontos, e André Nabais e Miguel Nabais, 60, podem também vencer a divisão, mas teriam de beneficiar de problemas de Ramos, que precisa apenas de 8 e 4 pontos para colocar estas duas duplas fora da jogada.







Divisão Cup – tudo nas mãos de Fothergill e Benett


João Vieira, em Porsche 911 Cup da Garagem Aurora, lidera da divisão Cup do Campeonato de Portugal de Velocidade com 102 pontos, mas ao não comparecer na Estoril Season Finale, coloca-se nas mãos de Marcus Fothergill e Dave Benett no Porsche 911 Cup da Tockwith Motorsports.


A dupla inglesa, com 95 pontos, precisa apenas de um sétimo lugar para se impor na divisão, o que poderá não ser muito complicado, apesar de se esperar uma grelha de partida ainda mais competitiva no Estoril.




31 views0 comments
bottom of page