top of page
Search
  • Campeonato Portugal Velocidade

José Carlos Pires e Patrick Cunha dividem ‘poles’ em condições difíceis

As qualificações de Vila Real do Campeonato de Portugal de Velocidade disputaram-se em condições bastante difíceis, tendo José Carlos Pires (BMW M4 GT4) e Patrick Cunha (Audi R8 LMS GT4) sido quem as dominou da melhor forma, conquistando a pole-position para as corridas 1 e 2, respectivamente.


Qualificação 1 – José Carlos Pires na incerteza

O dia amanheceu bastante nublado e pouco antes da primeira qualificação começou a cair um ligeiro chuvisco que foi molhando a pista, dificultando a tarefa dos pilotos e equipas que tinham de apostar no pneu certo para a primeira qualificação.


Os slicks foram os escolhidos pela generalidade dos pilotos, que se lançaram para a primeira qualificação sem saber exactamente como estava o asfalto do traçado da capital transmontana.


Os tempos foram descendo progressivamente, mas José Carlos Pires (BMW M4 GT4, Speedy Motorsport) esteve sempre entre os primeiros, acabando por conquistar a pole-position para a primeira corrida, que se disputa hoje à tarde, ao realizar a sua melhor volta no momento certo, uma vez que já perto do final a chuva voltou com maior intensidade.


Manuel Gião, aos comandos do Mercedes-AMG GT4 da Racar Motorsport, assegurou o segundo posto, batendo Manuel Fernandes, Peugeot 308 Racing Cup da Team VRT, por pouco mais de um décimo de segundo, que foi o melhor dos concorrentes da categoria Turismo ao bater Daniel Teixeira (Cupra TCR, JT59 Racing), que ficou no quinto posto.


Entre os dois melhores dos Turismos ficou Francisco Carvalho que elevou o McLaren 570S GT4 da Araújo Competição até ao quarto posto, tendo o segundo, Manuel Gião, e quinto classificados, Daniel Teixeira, ficado separados por menos de três décimos de segundo.


O Aston Martin Vantage da Araújo Competição pilotado por Álvaro Ramos foi mais rápido da GTC e da divisão GTX com o nono crono, ao passo que Gonçalo Manahu impôs-se entre os concorrentes da Cup, com o décimo primeiro registo, no Porsche 911 Cup da Fabela Sport.



Qualificação 2 – Patrick Cunha o mais forte no molhado

A segunda qualificação iniciou-se com a pista já bastante molhada, sobretudo na zona de Mateus, o que obrigou a que todos os carros saíssem das boxes com pneus de chuva.


No entanto, com a pista a secar progressivamente, seria no fim da sessão que os melhores tempos sairiam, tendo os pilotos de ter cuidado nos momentos iniciais da qualificação para evitar as muitas armadilhas do traçado da capital de Trás-os-Montes, que tem os rails muito próximos e ávidos de castigarem qualquer erro.


Foram muitos os pilotos que passaram pelo topo da classificação, como foi o caso de Orlando Batina (BMW M4 GT4 (F82) da Batina Racing), Manuel Fernandes (Peugeot), Daniel Teixeira (Cupra), e Patrick Cunha (Audi R8 LMS GT4, Veloso Motorsport).


Estes foram os grandes protagonistas na luta pela pole-position, acabando o piloto do carro de Ingolstadt por se impor, conquistando a melhor posição da grelha de partida para corrida de domingo.


Patrick Cunha deixou Daniel Teixeira a dois décimos de segundo, tendo este assegurado a pole-position entre os carros de Turismo, ao bater Manuel Fernandes por quatro décimos de segundo.


Numa qualificação em que se mostrava ser capaz de poder se impor, Orlando Batina perdeu muito tempo na sua última volta lançada devido a tráfego, terminando em quarto, o mais rápido dos GT4 Pro, a sete décimos de segundo de Patrick Cunha.


Manuel Castro foi o melhor dos GTC, sendo também o mais forte da divisão Cup, batendo aos comandos do Porsche 911 Cup da Fabela Sport o Aston Martin Vantage da Araújo Competição pilotado por Álvaro Ramos, que foi o melhor entre os GTX.



34 views0 comments

Comments


bottom of page