top of page
Search
  • Campeonato Portugal Velocidade

2024 promete mais e melhor





Foram apresentadas as linhas mestras para o Iberian Supercars e Campeonato de Portugal de Velocidade de 2024 que apostará na continuidade, mas que terá uma grande novidade – Supercars España.


As duas competições tiveram em 2023 um ano fabuloso, com uma média de vinte e cinco participantes por evento que nos deram corridas disputadas e emocionantes, culminando na derradeira etapa da temporada, a Estoril Season Finale by NAPA, com uma grelha de partida de trinta e quatro carros e todos os títulos ainda por disputar.


Costuma-se dizer que em equipa que ganha não se mexe e, assim o regulamento técnico permanecerá inalterado, mas existe sempre margem para melhorar e foi com este objectivo em mente que a Race Ready apresentou pequenas evoluções e uma grande novidade.



CALENDÁRIO


O calendário passará a ter seis provas divididas por três competições distintas – o Iberian Supercars, o Campeonato de Portugal de Velocidade e o Supercars España.


A competição ibérica terá quatro eventos, começando em Abril ou Maio no Algarve, para prosseguir por Jarama, Estoril e terminando Valência, uma estreia, no final de Setembro.


O Campeonato de Portugal de Velocidade terá também quatro rondas, iniciando-se igualmente no circuito de Portimão, passeando-se pelo Estoril e por Jerez de la Frontera, na sua visita anual a Espanha, e voltando ao mais antigo circuito permanente de Portugal para terminar a sua época no início de Dezembro.


O Supercars España, terá o início em Jarama em Junho, acompanhando o Iberian Supercars, para depois rumar ao Autódromo do Estoril, onde todas as competições estarão presentes no mesmo fim-de-semana. Em Valência terá a companhia da série ibérica, fechando a temporada em Jerez no mesmo fim-de-semana da ronda espanhola do Campeonato de Portugal de Velocidade, cuja data esta ainda por definir.





FORMATO DO FIM-DE-SEMANA


Em traços gerais, o formato de cada fim-de-semana será o mesmo, mas com a ligeira modificação de que os treinos-livres serão sempre ao sábado para permitir que as equipas e pilotos que pretendam apenas tomar parte no evento oficial o possam fazer apenas em dois dias.


A sexta-feira ficará reservada a testes privados para quem o desejar, sendo facultativos. Serão realizadas, no mínimo, duas sessões de uma hora, permitindo a pilotos e equipas maximizar custos na preparação da temporada.





CATEGORIAS


Também as categorias e divisões serão alvo de alterações ligeiras, uma vez que ficou demonstrado ao longo da presente temporada que estas estão bem estruturadas, mantendo-se os pneus fornecidos pela Pirelli.


No entanto, haverá a criação e uma nova divisão da categoria GT4, a GT4 Am, que será reservada a pilotos iniciados que desejem participar aos comandos de GT4 homologados.


Assim, passa a existir uma maior justiça na divisão GTX que passará ser exclusiva a automóveis GT4 que perderam a homologação.


Na categoria Turismo, desaparecerá a divisão M2 e haverá uma nova divisão, a TC4, que tem por base uma nova classe introduzida pela FIA para carros Rally 4 equipados com um kit para pista. Desta forma, a Race Ready segue com os seus campeonatos as tendências internacionais


A divisão TC, reservada a automóveis oriundos de troféus, passará a admitir os KIA Ceed ex-troféu monomarca, o que permitirá a entrada nas competições mais importantes da Península Ibérica na categoria de Turismo com orçamentos acessíveis.


Estes são as linhas mestras para 2024, esperando a Race Ready que, depois do estrondoso sucesso deste ano, possa prosseguir para mais uma temporada com boas grelhas de partida que possam entusiasmar pilotos, equipas e, claro, o público.





Para Diogo Ferrão, o CEO da Race Ready, "penso que todos concordarão comigo que 2023 foi um sucesso tanto para o Iberian Supercars como para o Campeonato de Portugal de Velocidade. Queremos continuar a trabalhar da forma que nos trouxe até aqui e ajudar pilotos e equipas a tomar parte nas nossas competições para que possam beneficiar de corridas competitivas e emocionantes, oferecendo também aos adeptos um bom espetáculo.


Criámos uma competição espanhola, o Supercars España, para responder ao crescente interesse de pilotos e equipas de Espanha. Mantemos a possibilidade de os concorrentes poderem fazer uma temporada com apenas quatro provas, o que corresponde ao número de eventos de qualquer um dos campeonatos, mas aqueles que desejem uma época mais extensa, com seis eventos tomarão parte em três competições diferentes Penso que, com os calendários e o escalonamento de categorias e divisões, todos poderão encontrar um programa à sua medida".

154 views0 comments
bottom of page