top of page
Search
  • Campeonato Portugal Velocidade

BMW bate Mercedes em Jarama




- José Carlos Pires e Francisco Abreu impõem-se

- Daniel Teixeira continua senda vitoriosa


José Carlos Pires e Francisco Abreu, em BMW M4 GT4, venceram a primeira corrida do ibérico Supercars Endurance e Campeonato de Portugal de Velocidade, que se disputou hoje no Circuito del Jarama, integrado no programa do Jarama Classic.



Foi sob muito calor e com muito público nas bancadas que os portugueses da Speedy Motorsport se impuseram a Nuno Pires e Elias Niskanen, no Mercedes-AMG GT4 da eslovena Lema Racing.

No entanto, o drama começou ainda antes da prova ter começado, com Manuel Gião, que ontem conseguira a pole-position, a não conseguir ocupar o melhor lugar da grelha de partida devido a problemas na bomba de gasolina do seu Mercedes-AMG. O piloto da Racar Motorsport acabaria por entrar em pista, mas com um atraso de onze voltas, e acabou classificado em último, apesar de ter realizado a melhor volta na corrida.

O duelo entre a dupla da Lema Racing e a da Speedy Motorsport teve o seu início logo no arranque com Nuno Pires e José Carlos Pires a discutirem a primeira curva, tendo o irmão do Mercedes levado a melhor para assumir o comando, ao passo que o do BMW caía para terceiro e, inclusivamente, ameaçado pelo Audi R8 LMS GT4 inscrito pela Veloso Motorsport, então pilotado por Jorge Rodrigues.

O piloto do Mercedes número cinquenta e cinco, no entanto, não tinha a sua vida facilitada, uma vez que levava no seu encalço Guillermo Aso, no Mercedes-AMG da NM Racing Team, também com um ritmo muito competitivo.

O espanhol, com quase três minutos de prova, conseguiu mesmo ascender ao comando, graças a uma ultrapassagem na primeira curva, por fora, deixando Nuno Pires sem resposta, que passou a preocupar-se com a aproximação de José Carlos Pires.

Com doze minutos de prova, o piloto da Lema Racing viu-lhe fugir de traseira, o que o deixou sob pressão do seu irmão, que o ultrapassou na recta meta para ascender ao segundo posto.

José Carlos Pires tinha agora o primeiro o Mercedes-AMG de Guillermo Aso à sua frente, passando a aproximar-se do primeiro classificado.

Com dezanove minutos de prova, o piloto da Speedy Motorsport desferiu um ataque à liderança, assumindo o primeiro posto na travagem para a primeira curva, uma posição que perderia com as paragens nas boxes.

A grande maioria dos carros entrou no ‘pit-lane’ aquando do Safety-Car provocado pelo pião do Cupra TCR de Manuel Sousa na curva de entrada na recta da meta. Após as trocas de pilotos, Guillermo Aso, a correr a solo, regressava ao comando seguido de Francisco Abreu (BMW M4 GT4) e Elias Niskanen (Mercedes-AMG).

No entanto, o piloto da Speedy Motorsport estava notoriamente mais rápido, conseguindo fazer regressar o seu carro à liderança. O finlandês da Lema Racing mostrava também vontade de ascender a segundo, o que conseguiu, ao ultrapassar o espanhol da NM Racing Team.

O interesse centrava-se agora em perceber se o Campeão em título tinha como alcançar e pressionar o piloto da Madeira.

Contudo, Francisco Abreu geriu muito bem a corrida e conseguiu manter o seu perseguidor sempre à distância até que o Safety-Car entrou em pista, devido à saída de pista de Henrique Cruz. O jovem piloto da FPAK Junior Team entrou na zona suja da pista, quando um carro mais rápido o dobrava, e não conseguiu evitar que o seu Ginetta G40 escorregasse contra a barreira.

Sem que a prova pudesse ser retomada, a vitória ficou nas mãos de José Carlos Pires e Francisco Abreu, seguidos de Nuno Pires e Elias Niskanen, fechando o pódio Guillermo Aso.




Na GT4 Bronze, Alberto de Martín e Nil Montserrat, em Mercedes-AMG GT4 da NM Racing Team, impuseram-se, muito embora Jorge Rodrigues e Patrick Cunha tenham sido sempre uma presença ameaçadora, terminando no segundo posto da divisão, à frente de Alfonso Colomina, em McLaren 570S GT4 da SMC Motorsport, que subiu ao pódio pela primeira vez esta temporada.

Daniel Teixeira, no Cupra TCR da JT59 Racing, continuou com a sua senda vitoriosa em Jarama, vencendo a categoria Turismos, assim como na divisão TCR, com um excelente oitavo lugar da geral.

Héctor Hernández e Borja Hormigos, em BMW M240i Racing da Autoworks Motorsport, ficaram em segundo da categoria, triunfando na TC, ficando Duarte Pinto Coelho e Lourenço Monteiro na segunda posição da divisão e Duarte Camelo e Mariana Machado na terceira, ambas as duplas aos comandos de um Ginetta G40 do FPAK Junior Team.




Fernando Soares e Álvaro Ramos foram os melhores da GTC, mas tiveram de dar o máximo. Ao não terem a oportunidade de entrar nas boxes aquando da situação de Safety-Car causada pelo Cupra TCR, Fernando Soares já tinha passado a entrada para o ‘pit-lane’, caíram para trás do Porsche 911 Cup de David Benett e Marcus Fothergill (Tockwith Motorsports) e do Porsche Cayman GT4 Clubsport de Miguel Nabais e André Nabais (Speedy Motorsport), que conquistaram o primeiro pódio da sua carreira.

Álvaro Ramos passou a segunda metade ao ataque, ascendendo à liderança para conseguir mais um triunfo na classe GTC, divisão GTX, para o Aston Martin Vantage AMR GT4 preparado pela Araújo Competição, seguido do duo da Tockwith Motorsports/BeSpoke, que se impôs na divisão Cup e dos gémeos da Speedy Motorsport.




73 views0 comments

Comments


bottom of page