top of page
Search
  • Campeonato Portugal Velocidade

Estoril – Curiosidades do Paddock

Updated: Dec 1, 2023



O quarto e último evento do Iberian Supercars Endurance e Campeonato de Portugal de Velocidade teve como palco o Autódromo do Estoril, o Estoril Season Finale by NAPA, tendo a lista de inscritos apresentado uma perspectiva do que será a temporada de 2024.




Novos carros a pensar em 2024


O final de temporada ficou marcado pelo número de novos carros que se estrearam em pista – um Aston Martin Vantage AMR GT4 da Racar Motorsport, um Audi R8 LMS GT4 da Lema Racing e um Porsche 718 Cayman GT4 RS CS da Speedy Motorsport.

O carro inglês, pilotado pelos estreantes Francisco Cruz e Pedro Perino, teve uma progressão assinalável ao longo do evento, tendo assegurado o terceiro posto na segunda corrida de domingo. Os espanhóis Ignacio Cabezas e Arturo Melgar tiveram um fim-de-semana mais desafiante aos comandos do GT de Ingolstadt, mas ainda assim deixaram boas indicações, podendo ser um bom ponto de partido para o futuro.

Já Bruno Pires, que foi incumbido de estrear o Porsche preparado pela Speedy Motorsport, mostrou-se entusiasmado com a performance do carro de Zuffenhausen, tendo assegurado o segundo lugar da GT4 Bronze na primeira corrida.





Campeonato seduz Pedro Perino e a Racar


Depois de temporadas na Fórmula 4 Italia, Pedro Perino disputou este ano as European Le Mans Series, competição que repetirá em 2024, tendo ficado entusiasmado por participar na derradeira ronda da temporada do Iberian Supercars Endurance e Campeonato de Portugal de Velocidade a convite da Racar Motorsport.

O piloto luso-moçambicano, que fez equipa com Francisco Cruz aos comandos de um Aston Martin Vantage AMR GT4, mostrou um bom nível competitivo, tendo na segunda prova do evento subido ao pódio, e admite que gostaria de tomar parte na época de 2024, caso as provas não coincidam com o seu programa de LMP3.

Francisco Cruz, também em estreia, mostrou-se igualmente muito impressionado com a competição e pretende em 2024 participar na totalidade da temporada, dando assim um passo em frente na sua carreira.

Para além deste Aston Martin, do exemplar de Ruben Vaquinhas e do Mercedes-AMG da dupla Manuel Gião/Roberto Faria, a Racar Motorsport tinha exposto no paddock um terceiro Aston Martin que deverá também competir na próxima temporada.





Toyota regressa às pistas ibéricas pelas mãos da Speedy Motorsport


A maior prova de que o Iberian Supercars Endurance e o Campeonato de Portugal de Velocidade estão a surfar uma onda de sucesso é o facto de continuarem a surgir novos carros.

Para além do Porsche que a Speedy Motorsport estreou no Autódromo do Estoril, pelas mãos de Bruno Pires, a equipa nortenha terá uma nova máquina em 2024 – um Toyota GR Supra GT4 EVO.

A máquina japonesa foi lançada no final do ano passado e estreada em pista em 2023, tendo rapidamente demonstrado a sua competitividade, ao vencer o título da GT4 France na classe Silver, para além de conquistar dois triunfos nas GT4 European Series, também na Silver.

O carro com o motor de seis cilindros em linha biturbo e uma silhueta bem distinta poderá ser um dos grandes contendores durante a próxima temporada.

Com a presença do Toyota nas provas do Iberian Supercars e Campeonato de Portugal de Velocidade, ficarão a estar representadas sete das doze marcas com carros de acordo com o regulamento GT4, ficando apenas a faltar a Alpine, a Chevrolet, a Ford, a Lotus e a Nissan.





Plantel TCR reforçado

A etapa final da temporada apresentou uma impressionante lista de inscritos – trinta e quatro carros – e a divisão TCR foi também beneficiada, sendo composta por cinco máquinas.

Para além do Cupra TCR de Daniel Teixeira, que se sagrou campeão em todas divisões e categorias que disputava, estiveram ainda em pista mais dois carros da marca de Martorell, um entregue a Beatriz Correia e José Correia e outro a Manuel Sousa.

A dupla da JC Group Racing Team conseguiu dois pódios, ao passo que o piloto do Grupo TDS registou um quinto e um quarto lugares.

António Coimbra, no Hyundai Elantra N TCR da Sports & You, regressou com um triunfo no primeiro confronto do evento, ao passo que Paulo Silva e Guilherme Silva, que se estreou no automobilismo, em Audi RS3 LMS TCR da PDauto, somaram um segundo lugar na segunda prova.

Esta é uma boa indicação para 2024, esperando-se que na próxima temporada o número de TCR em pista possa aumentar.





O regresso do público

O Autódromo do Estoril vestiu-se de público para a ronda das decisões do Iberian Supercars Endurance e Campeonato de Portugal de Velocidade.

Ao longo de todo o fim-de-semana verificou-se sempre um paddock bastante cheio de adeptos que iam passeando por entre as ‘motorhomes’ enquanto a mais importante competição da Península Ibérica não estava em pista.

Para esta enchente foi determinante o patrocinador da última prova do Iberian Supercars Endurance e Campeonato de Portugal de Velocidade, a NAPA, que levou até ao autódromo largas centenas de adeptos, tendo ainda criado inúmeras actividades para os seus convidados.

Apesar da primeira corrida ser bastante cedo, às 9h40, todos os locais habituais do paddock a partir do qual se pode seguir a acção em pista estavam repletos, assim como para a segunda corrida.

Durante as provas era possível perceber a reacção do público aos instantes mais emocionantes e seguramente que um dos momentos do ano será a salva de palmas recebida por Elias Niskanen e Nuno Pires aquando do abraço de ambos após a dupla ter ficado fora da luta pelo título devido a um toque de um adversário, na segunda corrida.




120 views0 comments

Recent Posts

See All

Comments


bottom of page