top of page
Search
  • Campeonato Portugal Velocidade

Temporada abre com vencedor surpresa


A corrida de abertura da temporada do Iberian Supercars, Campeonato de Portugal de Velocidade e Supercars Jarama RACE teve um vencedor-surpresa, com Borja Hormigos e Héctor Hernández a serem declarados os triunfadores da primeira corrida do Jerez Classic.

 

A primeira parte da corrida foi disputada a um ritmo elevadíssimo, com César Machado, em Toyota GR Supra GT4 EVO da Speedy Motorsport, a liderar o pelotão a partir da pole-position, mas com Manuel Gião, em Aston Martin Vantage AMR GT4 da Racar Motorsport, no seu encalço, sendo este seguido por Bernardo Sousa, também em Toyota, mas da Toyota Gazoo Racing Caetano Portugal.



Foi com todos a descer os seus tempos que a corrida se aproximava do período de troca de pilotos, mas então, Pedro Bastos Rezende (Aston Martin) e Bruno Pires (Audi)  envolveram num incidente, acabando os dois na gravilha, e abandonando, o que precipitou a entrada em pista do Safety-Car, fechando a via das boxes, como manda o regulamento desportivo deste ano.

 

A situação foi-se prolongando, até que a dezassete minutos da bandeira de xadrez, o Safety-Car entrou nas boxes, levando a que a maioria do pelotão fizesse o mesmo na volta seguinte com o intuito de trocar de pilotos.

 

Apenas o BMW M4 GT4 da Autoworks Motorsport, então pilotado por Borja Hormigos, e o Mercedes AMG GT4 da NM Racing Team com Keith Gatehouse ficaram em pista, alongando o seu primeiro ‘stint’.



No entanto, pouco depois, Paulo Macedo sofria um despiste violento, voltando o Safety-Car à pista, para na volta seguinte terem sido mostradas bandeiras vermelhas, precisamente quando Borja Garcia e Keith Gatehouse estavam nas boxes e, respectivamente, ainda em primeiro e segundo.

 

Esta situação acabou por criar alguma confusão sobre quem seria o vencedor da corrida, acabando os comissários desportivos por declarar Borja Hormigos e Héctor Hernández como os vencedores, triunfando também na GT4 Bronze, à frente de Keith Gatehouse e Igor Sorokin, que se impuseram entre os GT4 Am.

 

César Machado e Jan Durán, que lideraram a corrida até às paragens nas boxes ficaram na terceira posição, sendo os melhores da GT4 Pro, seguidos de Bernardo Sousa e Carlos Vieira e de Nerea Martí e José de los Milagros, no BMW M4 GT4 da BMW España Motorsport.



Daniel Teixeira realizou uma boa corrida da vigésima quarta posição da grelha de partida, até ao décimo sexto lugar, levando de vencida a luta entre a primazia nos carros de Turismo.

 

Rui Miritta, que foi o mais rápido dos Cup na primeira qualificação de ontem, venceu a sua divisão, ao passo que o Ligier da Chefo Sport dividido por Álvaro Vela e Sébastien Villadary, que ontem mostrou ser o mais forte na divisão GTX, abandonou logo na segunda volta devido a problemas técnicos. Tomás Pinto Abreu e Simon Moore, no Ginetta G50 da Tockwith Motorsport, acabaram levar a melhor na GTX.


Entre os pilotos da FPAK Junior Team, Rodrigo Ferreira João Oliveira foram os mais fortes, sendo seguidos por Henrique Ventura Oiveira e Rodrigo Santos e Rúben Silva e Henrique Moura Oliveira, todos eles aos comandos dos ágeis Ginetta G40.







87 views0 comments

Comments


bottom of page